Páginas

4 de fevereiro de 2009

O mal de todos os séculos

Noite mal dormida, coração acelerado, inquietação e uma cabeça cheia de coisas para serem pensadas e analisadas com calma. Mas o tempo é o meu pior inimigo, quando eu mais preciso dele, ele me abandona.

Me sinto em cima de um muro. Me conheço bem, confio em mim e sei que posso passar por mais essa fase. Mas ao mesmo tempo o medo parece estar sentado ao meu lado, junto com a angústia.

Esses dias não estão sendo muito fáceis. Há muito o que se pensar sobre trabalho, estudos, amizades, família e até mesmo sobre o amor (e esse dará um outro post).

Então me lembrei da edição de novembro da Superinteressante que fala sobre a ansiedade. Me identifiquei. Não sei se feliz ou infelizmente, pois segundo a matéria. "A ansiedade é um sinal de alerta, que adverte sobre perigos iminentes e capacita o indivíduo a tomar medidas para enfrentar ameaças. O medo é a resposta a uma ameaça conhecida, definida; ansiedade é uma resposta a uma ameaça desconhecida, vaga"

Isso faz muito sentido. Só que nessas circunstâncias costumamos agir sem pensar, fazemos o que, em primeira instância, parece mais fácil ou acabamos desistindo antes de tentar. É difícil controlar os sentimentos, ainda mais um que não conhecemos muito bem.

Não sei vocês, mas eu acredito em Deus. Apesar de tudo o que anda acontecendo eu rezo para que as minhas decisões sejam as certas e se por um acaso não forem, que o estrago não seja tão grande.

Afinal, tudo em nossa vida é um aprendizado.
E vou lhes confessar uma coisa, essa tal de ansiedade é muito estranha e faz com que eu me sinta estranha também. Não sei quanto tempo isso pode durar, mas enquanto isso ela passeia comigo ... cima do muro.


=**

5 comentários:

MELISSA S disse...

Pq vc não conta as coisas que t pertubam pra nós? Se nm vc mesma sabe, vale pensar se aconteceu algum fato e logo depois, vc ficou ansiosa. Vc tem pistas do que possa ser? Eu sei que auto-análise é uma coisa difícil, mas vc precisa tentar. E relaxa pq tudo nessa vida passa... O desconforto é uma oportunidade de crescimento, pode acreditar. Eu sei disso pq já vivi umas fases hards e com todas elas aprendi a alguma coisa. Bjs!!

Rapha disse...

a ansiedade ferra mesmo, eu sei bem como é. Mas pra mim, um ótimo remédio é manter a cabeça longe por algum tempo, me ajuda, sabe?

Andréia Félix disse...

Olha, ansiedade e medo são nossos velhos conhecidos. Não procure definições para eles e nem certezas para que o pensa. Às vezes é preciso arriscar, sabe? Não tenha medo disso. Claro que toda ação tem uma consequencia, mas faça o que acredita ser melhor, responsabilize-se pelo resultado e pense que, se der errado, você não pode culpá-la por ter feito o que achava melhor.

That is all!

Bjão!

Chico Silva Jr disse...

Entre ânsia da velocidade e para que a Idade não se vá com tal rapidez.

bjs

Thais Aux disse...

Puta merda, nem me fale!!