Páginas

22 de dezembro de 2009

Desfile da Disney em Sampa

No último dia 20 aconteceu pela 1ªvez em São Paulo o entitulado "Desfile Mágico da Disney". Segundo estimativas o evento contou com mais de 1 milhão de pessoas, sendo que no Rio foram apenas a metade.

Mas vou confessar uma coisa para vocês, achei que só eu a minha amiga (@prizinhaops) seriamos as "velhas" do local. Mas na hora eu me surpreendi com a quantidade de pessoas (adultas) que estavam sem a presença de alguma criança.

Até conversamos com um casal mega empolgado que estava na nossa frente e chegamos a 2 conclusões. Primeira: é muito bom ter alma de criança e segundo nós nos divertimos mais do que qualquer criança.

Deu muita vontade de ir para a Disney. Incrível como as canções saiam das nossas bocas e o quão empolgadas ficamos.

O meu desenho preferido, desde pequena é "A Bela e a Fera". O carro (como vocês podem ver) era mega perfeito. Eu olhava para eles fascinada e cantava ... "Sentimento assim, sempre é uma surpresa ... Quando ele vem, nada o detém É uma chama acesa, ....."
Simplesmente perfeito!!!















No ínicio o Pato Donald e a Margarida estavão lindinhos!!!

Mas vamos combinar, o Stith e o Mogli são feios e estranhos para caramba!!! Deu medo =P














Quando a Pequena Sereia começou a passar, ai a coisa ficou feia. Foi um fuzuê de máquinas levantadas e crianças chorando que eu vou te contar. Quase não consegui tirar uma foto do linguado. E as bolinhas de sabão saindo do carro foi fantástico!!!
O carro do Ursinho Pooh estava tãão fofo!!! Eles são umas graças e o Ió então .... Mas tenho uma reclamação. POR QUE O TIGRÃO NÃO FOI?? Como assim gente, ele praticamente faz mais sucesso do que o próprio Pooh e não aparece. O_O















Sempre gostei muito de Toy Story e o carro deles também estava muito fofo!! O mais engraçado foi o Buzz. Ele tinha um efeito que saía fumaça do foguete, só que tinha um ferro na frente e na hora eu e a minha amiga começas a rir muito, pois pareceu que ele soltou um pum. hauhauhauha


Sobre os sete anões e a fada Madrinha sem comentários. Eles eram muito bonitinhos, olha a carinha do Dunga ...















O Aladin e a Jasmine estavam lindos e apesar do sol e da longa caminhada, estavam suuuper simpáticos e lógico que a gente cantou a músiquinha e eles dançaram *__*
"Um mundo ideaaaal, é um privilégio viver aqui. Ninguém para nos dizer, o que fazer ....."















Fiquei impressionada como as princesas se pareciam ao desenho. A Cinderela estava linda e os principes também, aja treinamento para ser tão simpáticos, hein. Apesar que o que eu mais gostei foram as 3 fadas da Bela Adormecida na parte de trás. (Pena que não conseguimos tirar foto delas)


O carro da Sininho estava cheio de coisa e quase não deu para vê-la, mas foi bem legal. Ela até ficou deslizando pelo carro.



Na parte do Rei Leão fiquei meio desanimada também, só veio o macaco de bunda vermelha e o Timão. O Pumba podia ter vindo também, junto com o Simba. Mas eles também estavam lindinhos.
















Uma pena que o Petter Pan e a Wendy tenham passado tão rápidos quase não os vi. Sem contar o Gepeto e o Pinóquio. Acho que, por que estavamos no final, eles estavam querendo tirar aquela roupa logo. haha















Quase não prestei atenção na parte do High School Musical. E os Piratas do Caribe estavam encenando, muito bom mesmo. Pena que o Jack não era o Johnny Deep =P

E o grand finale veio, lógico, com o carro do Mickey. Era lindo e soltava papéizinhos com o rostinho dele. Mas o que eu mais amei foi o Pluto e o Tico e o Teco, eles estavam causando na parte de tras do carro.














Foi emocionante!!! Tomara que tenha no ano que vem de novo, afinal até eu conseguir ir para a Disney vai demorar!!!



Hakuna Matata para vcs!!!

19 de novembro de 2009

Zona Norte ilhada

Quem mora na região norte de São Paulo sabe muito bem do que estou falando.
Depois que o Kassab resolveu, na pior época, executar as obras de ampliação da Marginal Tietê para novas pistas o transito piorou consideravelmente.

A ideia é bem interessante, confesso, mas acho que ela deveria ser feita em outro momento. Durante a semana o trânsito está insuportável, eu demorava 15 minutos de ônibus da minha casa até o metrô Santana, hoje eu demoro 30 minutos. Isso quando não tenho que descer uns 2 pontos antes e ir andando por que a Cruzeiro do Sul está entupida e ninguém anda.

Imagino quem dirige, além de ter que fazer caminhos alternativos e sair bem mais cedo de casa, tem que se preparar psicologicamente. Afinal ele não é o único que busca uma alternativa e um meio de não ficar tanto tempo parado.

Mas isso não se resume apenas aos dias da semana. O pouco tempo que temos para nos divertir é agora muito menor, gastamos (acho eu) cerca de 60% ou mais do nosso tempo para poder chegar a algum ligar.

Se você quiser se divertir no final de semana tem que sair de casa com muita antecedência, não importa se você vai de carro, ônibus ou metrô. A Zona Norte está um caos completo, ruas cheias, metrôs lotados, ônibus lentos e por ai vai.

O pior é que isso vai durar até o ano que vem, mas duvido que as obras não vão atrasar. Estou pagando para ver com vai ser esse fim de ano.


Boa sorte para nós!!


=**

12 de novembro de 2009

Lamentações de todos os dias para sempre

De louco todo mundo tem um pouco e se não tem agora com certeza, no decorrer da idade ela chega. Costuma chegar sem pedir licença, não lhe deixa margem para escapatória, mas lhe dá a opção de ser cômico ou o famoso “chato de galocha”.

O nosso personagem Eulálio Montenegro d'Assumpção escolheu ser cômico, mesmo sendo um centenário doente em uma cama de hospital. A sua maior intenção é contar uma história, para as enfermeiras, para a filha ou para quem quiser ouvir.


Uma história sobre a sua árvore genealógica que tem como plano de fundo a história do Brasil, começando com o seu tataravô que era um barão do Império, passando pela república e indo até o seu tataraneto, um garotão do Rio de Janeiro atual.

Uma linhagem que pode ser comparada aos nossos queridos ‘José Acardio Buendia’ (100 anos de solidão – Gabriel Garcia Marques), onde os nomes além de serem passados para as gerações me parece que eles também carregam uma característica.

Impulsivos, machões, oportunistas e egocêntricos. Mas a vida de Eulálio foi, aparentemente, mais decadente. De uma família de classe alta, super importante e moradora de um chalé em Copacabana para uma família sem valores e que passa a morar no fundo de uma igreja evangélica, onde outrora foi um cemitério que está enterrado o seu avô.

“Pai rico, filho nobre, neto pobre.” (BUARQUE, 2009, p.18).

Toda essa narrativa vem de uma memória desfalecente que mesmo sendo repetitivo, confuso, embaralhado e cheio de ironias prende o leitor, cria dívidas e suspenses.

Paralelamente entramos nas memórias intimas do personagem. Que são apresentadas pelo autor através de temas relevantes ao comportamento humano: egoísmo, paixão, desejo, velhice, traição, rejeição, abandono, depressão, solidão, dentre outros.

Ele nos conta da vergonha que sentiu sobre a sua primeira ereção, sobre o pai corrupto e mulherengo, a mãe reservada e preconceituosa, a filha totalmente influenciável e também sobre a pessoa que ele mais amou na vida: Matilde.

“Porque ao nascer, ele é realmente um sentimento cortês, deve ser logo oferecido à mulher como uma rosa. Senão, no instante seguinte ele se fecha em repolho, e dentro dele todo o mal fermenta. O ciúme é então a espécie mais introvertida das invejas, e mordendo-se todo, põe-se a culpa na feiúra.” (BUARQUE, 2009, p. 62).

Um amor louco, possessivo, uma paixão avassaladora que transformou seu amor em dúvida, ciúme e egoísmo. Nisso encontramos outro personagem notável, Bento Santiago mais conhecido como Bentinho (Dom Casmurro – Machado de Assis).

Em “Dom Casmurro”, há a eterna dúvida sobre a fidelidade de Capitu, enquanto no livro de Chico Buarque a dúvida é o verdadeiro paradeiro de Matilde. Confesso que ainda estou com outras dúvidas sobre a Matilde, mas é ai que se constrói uma bela história.


“Mas se com a idade a gente dá para repetir certas histórias , não é por demência senil, é porque certas histórias não param de acontecer em nós até o fim da vida” (BUARQUE, 2009, p.184)





Resenha de "O leite derramado" do Chico Buarque

A dúvida eterna

No século XIX encontramos uma população no início de seus movimentos abolicionistas e republicanos, nas artes encontramos o surgimento do realismo. Neste contexto Machado de Assis lança em 1899 o livro Dom Casmurro, talvez o mais polêmico da época por passear pelo comportamento humano de forma simples e explicíta. Por não conseguir se livrar dos tormentos de seu passado Bento Santiago narra suas memórias com dualidade, onde ele retoma fatos do passado e os analisa no presente.

Quando tinha 15 anos descobriu que estava apaixonado por Capitu, sua amiga e vizinha, no momento em que José Dias, o agregado da família, lembrou Dona Glória, mãe de Bentinho, de que havia feito uma promessa de mandá-lo para o seminário. Bentinho ficou atordoado, foi conversar com Capitu e percebeu que também havia um interesse por parte dela quando num ato de ousadia a garota lhe roubou um beijo.

Assim ele se convenceu de que não queria ir para o seminário, então Capitu criou um plano para convencer José Dias a tirar esta idéia da cabeça de Dona Glória afirmando que o garoto não tinha vocação para ser padre. Mas infelizmente não deu certo.

Dentro do seminário Bentinho conhece Ezequiel Escobar que consegue achar uma solução para o seu problema; Substituí-lo por um garoto órfão, sem recursos para estudar e que seria bancado por Dona Glória. Então Bentinho vai estudar Direito, se casa com Capitu e Escobar que seguiu seus passos vira comerciante e casa-se com Sacha, a melhor amiga de Capitu. Mesmo formado e atuante na área, Bentinho se sente inseguro diante de uma mulher que cada vez mais se mostra forte e cheia de atitude, além de sentir um ciúme imenso dela com o seu melhor amigo.

Passado algum tempo Sacha engravida e batiza a sua filha de Capitolina, pouco tempo depois Capitu dá a luz a Escobar, ambos em homenagem. Com isso a insegurança de Bentinho aumenta pois acreditava em uma semelhança física e de atitudes entre os dois. Com a morte de Escobar o imaginário ciumento de Bentinho não consegue entender o por que de sua mulher estar sofrendo tanto, ele passa então por um mar de sentimentos confusos e começa a acreditar fielmente na traição.

Bentinho então envenena uma xícara de café e pensa em beber, mas dominado pelo ódio ele tenta dar o café ao filho que não aceita. Chorando muito ele abraça o garoto e diz que não é o seu pai, Capitu escuta e decide pela separação. Quando Capitu falece Bentinho fica muito chateado, mas quando o filho morre ele comemora pois acha que acabou a traição com a sua última prova.

Durante a narrativa o autor faz uma comparação com a peça Otelo de Shakespeare, abrindo assim um leque de possibilidades. Pois Desdêmona, esposa de Otelo, foi assassinada pelo marido por uma traição que não aconteceu. Em Dom Casmurro existem personagem que são bons e ruins ao mesmo tempo. Se a traição de Capitu realmente aconteceu nos não sabemos, pois o narrador é a única testemunha dos fatos, Capitu não tem advogado de defesa e Escobar morre subtamente.

Nesta história o leitor é o Júri. Então, qual o seu veredito?



Resenha sobre o livro: Dom Casmurro

29 de outubro de 2009

Dia Internacional da Animação

Ontem foi comemorado o dia internacional da animação, pelo 4° ano consecutivo no Brasil. E para quem não sabe o evento aconteceu em mais de 300 cidades de todas as regiões de Sampa e em 30 países SIMULTÂNEAMENTE!!!

Uma hora de curtas internacionais e depois mais uma hora de curtas nacionais.

Foi muito legal! Pena que havia poucas pessoas na sala, talvez pelo dia e horário (quarta as 19h30). Mas lógico que eu estava lá e vi muitos curtas diferentes, uns nacionais que você não acredita de tão bem produzidos. Sinceramente os curtas-metragem e os desenhos têm que ser mais divulgados e ter mais de incentivo. Por que tudo no Brasil tem que ser tão difícil??

Alguns dias antes do evento eu conversei com o Fábio Yamaji que é o coordenador do projeto em São Paulo, uma entrevista muito legal da qual ele comentou sobre o preconceito de que animações são coisas de criança " A ideia é mostrar que a animação é um campo bem mais amplo do que o de cinema com atores, pois na animação você consegue fazer de tudo e mostrar coisas que na ficção, o live action, não pode. Um exemplo é no leste-europeu onde eles são bem pesados, surrealistas e com temas nada infantis".

Por isso decidi mostrar algumas coisas para quem não pôde comparecer, fiz algumas anotações de alguns curtas e vou colocá-los aqui, mas os demais vocês devem dar um jeito de assistir, pois valem a pena pela. Para assistir a alguns é preciso ficar de olho no site oficial para ver quando tem uma sessão, outros você encontra no Youtube ou no site da Porta Curtas da Petrobrás, vamos curtir e dar os devidos créditos ^^


Vamos começar então com os Brasileiros:

Silêncio e Sombras – Dir. Murilo Hauser - 3D - 8min33seg – 2008 – Curitiba – PR
Mostra como é a transição da infância e o desejo de conhecimento. O diretor tem uma leve inspiração no Tim Burton





O Anão que virou Gigante – Dir. Marão - 2D tradicional (lápis no papel) - 10min – 2008 – Rio de Janeiro- RJ
Fantástico e engraçado. Mostra com a gente NUNCA está feliz com nada, sempre quer mais. Só que se somos de um determinado jeito e nos aceitamos assim, algo muito bom pode acontecer.





Papercut – Dir. Pedro Eboli - Tradicional 2D - 4min13segs – 2008 – São Paulo – SP
Incrivel!! Uma animação de humor e realismo fantástico como algumas pessoas se esquecem de viver por causa do trabalho, que muitas vezes não lhe dá nada em troca, ou dá??





Dossiê Rê Bordosa - Dir. César CabralStop Motion - 16min – 2008 – Santo André - SP
Fenomenal!!! Quais os reais motivos que levaram Angeli a matar Rê Bordosa, sua mais famosa criação? Este documentário em animação stop motion investiga este vil crime







Agora com os internacionais:

Um que não consegui achar foi o Eye to Eye - EUA 3D - 2007 - 2min45seg - Dir. Jimmy Andrews
De uma forma bem humorada mostra o que pode acontecer quando dois olhos se encontram durante a noite.

Animal Instinct - Australia, 2007, 4”07’, 3DDir. Cameron Edser, Michael Richards
A briga de uma vaca com uma ovelha. Com cenas muito boas e com referências nerds (se é que vc me entende)





E2-E4 - Rússia, 2007, 01min59seg, animação computadorizadaDiretor – Eduard Sidoruk
Um filme filosófico sobre a guerra e jogar xadrez de verdade, com pessoas reais. Talvez as pessoas na mesa sejam os EUA e a URSS. (nossa fui parar na Guerra Fria)





Global Warming - Austrália, - 2007 / 1’’52’, 2D, flash Dir. Sheldon Lieberman, Igor Coric / Bigfish.TV
Sr. Pipik não acredita no aquecimento global, então vamos contar com ele essa música fantástica e hilária.





Eu aproveitei e conversei com o Fábio Yamaji sobre o seu novo curta "O divino, de repente", com o qual venceu o Anima Mundi 2009. Este acabou virando um trabalho para o telejornal da faculdade. Espero que gostem!! E fiquem de olho na net pois sempre têm uma sessão.








b-jokas
=**

15 de outubro de 2009

Barulho no busão

O transporte público é o meio mais utilizado pelos paulistas para se locomoverem, tanto na semana ao irem trabalhar ou até mesmo nos finais de semana para passeio. Mas devido o trânsito acabamos ficando dentro dos coletivos mais tempo do que queremos e parecemos sardinhas enlatadas no horário de pico.

Mas agora graças a tecnologia temos mais um grande problema nos meios de transporte: os aparelhos celulares e o caráter das pessoas.

Sinceramente eu acho que a tecnologia não pode ser para todos, afinal muitas pessoas não sabem como utilizar e acabam banalizando o que era para ser uma coisa divertida.

Por exemplo, quando você entra no ônibus e sempre tem uma pessoa com o celular ligado no viva-voz e escutando música muito alto. Infelizmente ninguém fala nada, nem mesmo o motorista ou o cobrador que (acho eu) estão lá para cobrar e controlar o que acontece lá dentro.

Muitas pessoas ignoram o aviso de que "É PROIBIDO O USO DE APARELHOS SONOROS Lei Municipal n.o 6.681/65″, e outros dizem que nunca viram.

Para quem nunca viu, aqui está.

Juro que eu gostaria de saber o que acontece com uma pessoa se ela infrige essa lei. Alguém sabe?

Pior é que se nada for feito a coisa pode piorar. Imaginem se quando você entra no ônibus tem uma pessoa escutando Funk, depois de alguns pontos entra outra pessoa escutando música Góspel. Então uma pessoa se irrita e liga o seu celular com um puta Sertanejo.

Isso sim seria o inferno na terra, não somente pelos estilos (mas verdade seja dita, nunca vi alguém com o celular no último escutando Rock. Os roqueiros sempre usam o fone de ouvido) mas pelo barulho.

O que falta nas pessoas é respeito e nada melhor que uma frase mega conhecida para justificar, "o que seria do rosa se todos gostassem do azul?"

Já vi pessoas pedirem para a pessoa sem noção desligar, algumas vezes deu certo, outras não. Mas eu sou adepta dessa posição, afinal não é no meio transporte o melhor modo de você mostrar o seu gosto musical. Por isso existem baladas, shows e comunidades, para você encontrar pessoas iguais a você. que tal?

=**

9 de outubro de 2009

Receita de Jornalista e a sua função

Sei que ando muito sumida, mas infelizmente os trabalhos da faculdade e alguns problemas pessoais tomaram conta de mim. Mas estou melhor e vim tirar as teias, de agora em diante com uma frequência maoir.

Depois de uma palestra "MARA" com o Caco Barcellos ontem, podemos dizer que, eu voltei a ter esperança na área. Não! A minha opnião não mudou, mas pelo fato de estar desempregada a muito tempo chegei a pensar em desistir e virar uma operadora de telemarketing. Problemas a parte, pois graças a Deus estou melhor e acreditando mais em mim. Bola para frente pessoas, pois as coisas acontecem no momento em que têm que acontecer.

Enfim, dando continuidade ao post anterior. Viajando pela net encontrei algo bem interessante, pena que não tem um autor definido.



Receita de Jornalista
Quitute Literário (ideal para ser saboreado em dias úteis, das 10 às 19horas)

Ingredientes
3400 toques compostos por itens da língua portuguesa
1 pitada de criatividade
1 1/2 dose de bom senso
100% de conhecimento gramatical
1 lead fresco
1 título marcante
1 linha fina bem construída
2 ou 3 intertítulos curtos
3 aspas de impacto
1 furo
2 fontes
Gancho para dar liga
1 foto
1 foca para dar gosto

Modo de Preparo: Atenção ao deadline, pois a matéria pode ficar fria. Junte todos os ingredientes, misture tudo, separe o joio do trigo, seja imparcial, ouça sempre os dois lados e coloque tudo em papel manteiga. Tenha certeza de que o texto foi bem mastigado e o repasse para o editor dar uns palpites. Certifique-se de que você cumpriu seu papel: informar com idoneidade. Pronto. O próximo passo é emplacar sua matéria, para ter o prazer de abrir o jornal no dia seguinte e ver uma chamada logo na primeira página. Saboreie a leitura com café preto, logo pela manhã.
DICA: NÃO ACEITE JABÁ E NÃO USE NARIZ DE CERA.

* Nota do autor: Este é o resultado sério de jornalistas que, como eu, somos todos cozinheiros.

23 de junho de 2009

O Diploma

Finalmente depois de muito tempo o STF decidiu por 8 votos a 1 que o diploma de jornalistas não é obrigatório.

E ontem 200 pessoas inconformadas se encontraram na Av. Paulista e foram até o hotel onde o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, estaria para uma palestra.

O que eu não entendo é o porque de tanta preocupação.

Você não aprende a ser jornalista na faculdade, o que você tem é uma noção de como as coisas acontecem ou que deveriam acontecer. Na prática a coisa é muito diferente, e quem faz estágio vai concordar comigo.

Para ser jornalista você primeiro tem que ser BOM! Não adianta se matar na faculdade puxando o saco do professor e ficar no pé dos amigos para poder tirar nota.

Eu tenho (e tive) vários exemplos na minha sala de pessoas que vão se formar, mas que são uns merdas, desculpem o termo mas é a verdade. Pessoas que não sabem conjugar um verbo corretamente, que escrevem frases sem sentido, que não conhece o significado das palavras e que sequer sabem o que acontece no mundo. Notícias a la Sonia Abraão não vale.

Vocês acham que uma pessoa assim ganhar o cargo de jornalista? Talvez.
Afinal como em qualquer outra profissão, existem bons e maus profissionais. É a vida. Não é um diploma que vai mudar isso.

Quantos médicos, dentistas, administradores, advogados existem por ai com diploma e que são ruins? De tantas pessoas que fazem a faculdade, nem metade exerce a profissão.

Eu continuo com a decisão de terminar a faculdade mesmo assim, vou até o fim para não perder tudo o que eu já paguei, também porque eu adoro estudar e não consigo me imaginar fazendo outra coisa (ok, me chamem de nerd).

Acredito que o curso não vá terminar por causa disso. Mas tenho certeza de uma coisa, agora as pessoas vão pensar 10 vezes antes de escolher fazer jornalismo, assim vai diminuir o número de pessoas idiotas e que só fazem jornalismo por que querem ser famosos. Sério, um dia eu tive que escutar isso.

Mas também acredito que a exigência do diploma pode fazer com que os professores peguem mais no pé dos alunos, que eles queiram formar profissionais de verdade. Utopia? Pode ser. Mas precisamos de uma regularização, pois fazer jornalismo (de verdade!) não é para qualquer um.


b-joks
=**

8 de junho de 2009

Questões ético-jornalisticas

Ser jornalista é uma profissão muito complicada, assim como qualquer outra, porém muitas vezes podemos ver que existem conflitos entre o número de exemplares que serão vendidos e a informação real.

O filme “O Jornal” mostra bem como se dá esse conflito. O protagonista do filme trabalha no jornal “The Sun” que tem a fama de sensacionalista por causa de suas manchetes violentas, criativas e muitas vezes com o caráter comercial.

No decorrer da história ele tenta conciliar a gravidez de sua mulher com uma notícia incompleta sobre um assassinato, que pode ter sido cometido, ou não, por dois adolescentes negros. A matéria se torna interessante por se tratar de negros em um país em que ainda existe muito preconceito (na época do filme, hoje está muito diferente, vide Obama na presidência.)

Vemos então a grande crítica do filme sobre a importância de um veículo de comunicação na sociedade, podendo assim influenciar o julgamento.

Mas não para por ai, são 80 minutos de crítica aos erros éticos que a maioria dos jornais comete. Começando pelo roubo de informações, pois essa matéria seria publicada pelo concorrente, mas o protagonista a rouba quando vai fazer uma entrevista de emprego.

Querendo assumir um compromisso com a verdade o protagonista consegue uma fonte policial que é sigilosa, conhecida como fonte Off, que revela a verdade sobre os adolescentes inocentes. Com isso me lembrei de diversos casos de jornalistas presos por não revelar a fonte.

Ao mesmo tempo uma estagiária é mandada para a delegacia para conseguir fotos dos acusados, sem ao menos uma indicação de como fazer ou ao menos uma ajuda financeira. Isso por que uma única pessoa tem várias funções dentro do jornal e ganha como se fizesse uma, mas isso não é exceção do jornalilsmo, né?

O dead-line é uma coisa que deixa todo jornalista louquinho, e mesmo com horas de atraso o nosso protagonista quer publicar a verdade, contra a vontade da editora-chefe que prefere publicar do jeito que a matéria está e no dia seguinte publicar a verdade. Isso gera uma conflito muito grande e desesperador.

Uma outra questão que o filme retrata bem é o tempo que a pessoa não tem para a vida pessoal. O protagonista e a editora-chefe se dedicam quase que exageradamente a profissão causando assim o distanciamento familiar de ambos, do protagonista que quase perde o parto de sua esposa e da editora-chefe que é uma grande solteirona.

No final tudo acaba bem, mas infelizmente, na maioria das vezes, o final feliz só ocorre em Hollywood.

=**

1 de junho de 2009

Sobre o MTV Movie Awards 2009

Ontem eu assisti, torci, xinguei e dei muita risada. O evento foi muito bom e lógico temos que destacar algumas coisas que marcaram a noite.


Vamos começar com Sacha Baron Cohen que na pele de Bruno cai de bunda em cima de Eminem e seus amigos rappers, eles não gostaram muito do ocorrido. O engraçado é que somente o Eminem pode zuar e brincar com as pessoas, mas ninguém pode fazer isso com ele. Pimenta no cu dos outros é refreco né?

Tivemos também a desastrosa Kristen Stewart, Bela de Crepúsculo, que derrubou o troféu, a brilhante participação de Jim Carey e a homenagem para Ben Stiller. Foram fantásticos!!!


Mas devo confessar que essa premiação foi muito chata, na verdade foi uma festa teen de pessoas que são totalmente viciadas em algo e não conseguem distinguir o que é bom ou ruim.

O filme Crepúsculo é muito bom, eu adoro, mas ele não merecia levar todos os prêmios que levou. O prêmio de melhor luta foi ridículo, ela é bem curta e não tem nada de mais, ela só está no filme para dar mais tensão e dar um ar de principe encantado ao Edward. Com toda certeza o Batman: O Cavaleiro das Trevas deveria ter levado essa.

Eles deveriam ter ganhado em melhor canção, Paramore é legal e a letra encaixou bem com o momento do filme.

Robert Pattinson como ator revelação foi perfeito adoro os olhares que faz no filme, mas a Kristen Stewart com melhor atriz é ruim de engolir, ela ganhou da Kate Winslet que está totalmente perfeita em O leitor.

Melhor filme tudo bem, eu votei neles apesar de achar que Quem quer ser um Milionário? também merecia.

E por falar em Quem quer ser um Milionário?, a Freida Pinto deveria ter levado o prêmio de melhor atriz revelação, ela simplesmente está demais. E acho que eles deveriam ter levado o prêmio de Que Porra é Essa?, a cena do menininho caindo no meio de um monte de fezes é nojenta e merecia (mesmo eu não tendo assistido aos concorrentes, haha).

Melhor vilão e melhor atuação em comédia já eram esperadas e até bem clichês. Mas valeram!!

Só mais uma reclamação: Por que o Eminem cantou duas músicas e o Kings of Leon apenas uma? Kings é milhões de vezes melhor que ele. Sacanagem!!!

Comentei somente sobre algumas coisas e algumas premiações até mesmo por que não sou nenhuma expert em cinema e por que eu não assisti a todos os filmes que foram indicados, mas segue abaixo a classificação completa da premiação.


Melhor filme: Crepúsculo
Melhor Atriz: Kristen Stewart (Crepúsculo)
Melhor Ator: Zac Efron (High School Musical 3)
Atriz Revelação: Ashley Tisdale (High School Musical 3)
Ator Revelação: Robert Pattinson (Crepúsculo)
Melhor Atuação em Comédia: Jim Carrey (Sim, Senhor)
Melhor Vilão: Heath Ledger (Batman: O Cavaleiro das Trevas)
Melhor Luta: Robert Pattinson vs. Cam Gigandet (Crepúsculo)
Melhor Beijo: Kristen Stewart e Robert Pattinson (Crepúsculo)
Melhor Momento WTF?: Amy Poehler - Mijando na Pia (Uma Mãe para meu Bebê)
Melhor Canção: The Climb” (Hannah Montana: O Filme)



Esperamos que ano que vem seja bem melhor.

=**

28 de maio de 2009

O que é ser Nerd??

Dia 25 de Maio foi comemorado o Dia do Orgulho Nerd, mas muitas pessoas não entendem o que é ser nerd e vivem debochando dos pobre coitados.


Para algumas pessoas, nerd é aquela pessoa quadradona, branquela, com óculos enormes, vive na frente do PC, adora quadrinhos, não pega ninguém e ainda por cima de vestem muito mal e com o pentiado que a mamãe os fez usar quando pequenos, inspirados na década de 60.


Por isso decidi fazer um post para esclarecer algumas coisas, pois eu acho que existem diferentes tipos de nerd. De uma forma geral concordo uma uma observação que li um dia em algum blog, (mas que hoje não me recordo qual) que dizia: "Nerds não são os que perguntam, mas os que respondem".


Vamos começar tirando esse esteriótipo citado acima, existem nerds que se vestem muito bem, têm uma vida social, trabalham e lógico vivem no PC. Mas hoje em dia, quem não fica horas na frente do computador baixando programas, séries, música ou jogando video game, etc?

Então você me pergunta: O mundo está ficando nerd? Não!

Os nerds se aprofundam nos assuntos e por isso quando ficam mais velhos de tornam experts em determinados assuntos.

Existem também um outro tipo de nerd que sabe de tudo um pouco e sempre tem uma resposta na ponta da lingua, são nerds sociáveis, particularmente eu me considero uma nerd sociável, já namorei nerds e adoro ter amigos nerds.

Posso afirmar que como amigos eles são grandes pessoas e que podem fazer você se divertir muito, como namorados eles são os melhores pois sabem o que você realmente quer (afinal, ficar tanto tempo na frente do PC pesquisando e lendo sobre diversas coisas serviram para alguma coisa). Nós só precisamos entender quando eles estão super concentrados numa fase do Zelda ou super enpolgados com um novo Guitar Hero, enquanto você quer sair ou fazer outras coisas.

Nerds são pessoas adoráveis, então pense bem antes de sair pegando no pé de algum deles ou até mesmo dar um fora em um cara. Concordo que o tipo quadradão é bem complicado, então reze para que um nerd sociável caia na sua rede. haha

Para ilustrar e divertir um pouco vou linkar um vídeo muito divertido e verdadeiro, Os semi novos com a música Garota, escolha já o seu nerd. Reparem na parte do Guitar Hero, é MARA!! hauhauhauh

http://www.youtube.com/watch?v=QqZ3PNU7V2g

=**

7 de maio de 2009

Um viva para a ciência ...

No ano de 2004 uma mulher de 41 anos briga com o marido, o motivo é desconhecido mas também sem importância, pois não justifica o que ele causou a Connie Culp.

A cada dia que passa fica mais comum as notícias sobre pessoas que não conseguem controlar os seus sentimentos e as consequências que eles causam. Algumas vezes o resultado é a morte, para alguns os danos são psicológicos e para outros físicos, como foi o caso dessa americana.

Connie levou um tiro no rosto que a fez perder o nariz, a parte superior da boca e a inferior das pálpebras. Durante esse tempo ela foi submetida a várias cirurgias, não conseguia comer nada sólido e respirava pela traquéia.

A admiro muito, afinal ela demonstrou ser uma pessoa forte, em 5 anos ela passou por 30 cirurgias e a última que ocorreu em dezembro de 2008 durou 22 horas. Nessa última cirurgia ela ganhou um novo rosto, que foi doado pela família de uma mulher que morreu pouco antes do transplante.




Ela não está perfeita, não voltou a ser o que era antes, mas podemos dizer que agora ela tem um rosto que consegue se alimentar e respirar. Até achei engraçado os costumes americanizados falando mais alto, quando ela disse na coletiva que a primeira coisa que ela fez foi comer um pedaço de pizza, hamburguer e refrigerante.

Admiro muito quem escolhe ser médico e leva a sua profissão a sério, cuidar da vida das pessoas e dar vida a outras é fantástico. Infelizmente não tenho a menor aptidão para tal, mas sei reconher um bom trabalho e Connie também, "Vocês não tem que se concentrar no meu rosto, mas sim no feito dos médicos".


Incrível como a vida dela mudou rádicalmente em 5 anos, garanto que muita gente não aguentaria. Connie se transformou num exemplo de vida e de força de vontade.

Thomas, o seu ex-marido, pegou apenas 7 anos de prisão. Será que ele imagina o que causou a ela? O acontecerá quando ele sair? Será que ele vai ao menos pedir desculpas?


=**

28 de abril de 2009

Quem diria ...

Ela é conhecida popularmente como maconha, mas algumas pessoas a chamam de erva, baseado, beck, fino, perninha-se-grilo e outras inventam um jeito de chamá-la para não chamar a atenção.

Mas as coisas estão mudando e parece que ela vai começar a fazer parte da nossa vida. Se não for atravéz do fumo vai ser de outro jeito, pois os "agricultores" da erva estão pensando em formas de aproveitar os seus nutrientes.

Os defensores e os plantadores ganharam o apoio do deputado estadual da Califórnia, Tom Ammiano, que apresentou um projeto de lei para a sua legalização afirmando que ela pode ser uma arma contra a crise econômica mundial.

Segundo a matéria publicada no site da Superinteressante os “maconhais” californianos arrecadam US$ 14 bilhões informais por ano! Para piorar, o governo norteamericano gasta mais de US$ 70 bilhões anuais para repreender – inutilmente! – os adeptos do baseado.

O incrível é que em San Diego, na Califórnia, há um produto chamado 'Hemp Milk' que é sucesso de vendas nas lojas de produtos naturais. Vendidos nos sabores original e baunilha o principal ingrediente do leite orgânico é a maconha.



Alguns especialistas falam que o produto é rico em vitaminas e é bom para pacientes com deficiência de ácidos graxos essenciais, crianças e atletas. E garante que ele não causa alucinações aos usuários.

O negócio ainda é pequeno, mas a empresa Living Harvest, produtora do leite, está de mundanã para uma fábrica maior e está com idéias para a exportação. Mas aqui no Brasil não será fácil, já que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu sua entrada no Brasil.

Eu não uso nenhum tipo de droga, a não ser o álcool, mas eu esperimentaria o leite numa boa.
Mas o que você acha? Consumiria o leite de maconha?


=**

22 de abril de 2009

Super music-games

O primeiro e único video game que fez parte da minha infância foi um Atari, herdado da minha mãe e das minhas tias, com centenas de fitas (daquelas que você precisa assoprar para funcionar) e algumas em versão especial com 100 jogos.

Ficava horas me divertindo e podia fica muito mais se tivessemos outra TV que ligasse o antigaço video game. Mas até que era bom, ficava na rua com a galera e cada cicatriz que está em meu corpo tem uma história.

Mas devo dizer que se o meu priminho não quiser ir para a rua e preferir jogar video game, vou dar o maior apoio e ainda brinco com ele ... haha. A tecnologia e a imaginação das pessoas me surpreendem a cada dia!!

Depois do fantástico Guitar Hero até o final do ano serão lançados dois mega video games fodastikos, que nos transformam em pseudo-músicos e faz a criançada aprender a ter um bom gosto musical.















Um deles é o Lego Rock Band, que ao contrário do Guitar Hero, trará 'roqueiros' não tatuados e com cara de bonzinhos. Um game que será voltado para crianças com faixa etária entre 10 a 12 anos, mas duvidos que os marmanjos não irão gostar.

O outro garanto que tem pessoas contando os dias para o seu lançamento em 9/9/09, o The Beatles: Rock Band. Ele terá uma réplica do baixo utilizado por Paul McCartney e bateria Ludwig inspirada no modelo de Ringo Star com acabamento perolado, em versão limitada.

Ainda não foram divulgadas as músicas que irão fazer parte do game e nem a quantidade, mas garanto que a espectativa é bem grande.

Até lá preciso concertar o meu Atari que quebrou, alguém sabe onde posso fazer isso?




=**


fonte: Portal da MTV e da revista Rolling Stone

Meme nerd

Vi em uns 3 blogs e resolvi fazer também.

São dez tópicos com perguntas nerds ....


1. Quantas horas por dia na internet?
Varia de 10 a 6 horas

2. Qual são as cinco primeiras operações?
1ª - Logar no MSN
2ª - Ligar o Winamp
3ª - Vasculhar o Orkut
4ª - Checar os e-mails
5ª - Postar no fotolog

3. Quantas contas de e-mail?
4

4. Quantos Feeds há no seu agregador?
Vários


5. Quantos sites/blogs pessoais você administra?
Blog, fotolog, twitter

6. Quantos profiles você tem em redes sociais?
Uns 10

7. Quais são as três coisas que você mais baixa na internet?
Na verdade eu so baixo música pq não tenho um PC em casa

8. Quais os 3 sites que você mais visita?
Hotmail, Orkut, Estadão

9. Quais os 5 sites que você recomenda?
1- Guia da Semana
2- Omelete
3- Judão
4- Cidade Web Rock
5- Adoro cinema

10. O que você compraria nesse momento se pudesse?
Um notebook
Um celular novo
Um nintendo WII


=**

16 de abril de 2009

Entre o certo, o errado e o amor

Ontem não tinha muita coisa para fazer então dei um pulinho ali no Cine Unibanco e por sorte consegui pegar a última sessão de "O Leitor". Muita gente me falou desse filme, mas não tinha tido a oportunidade.

No início achei que ia ser mais um filme de drama amoroso, daquele em que os amantes são obrigados a se separar (já que o menino tem 15 anos e a mulher uns 30 e pouquinhos) e depois de algum tempo se reencontram e o amor floresce entre ambos. Mas não, o filme é muito mais do que isso.

A relação entre eles não é apenas sexo, é uma troca. Ele lê para ela e a leva para mundos onde ela nunca imaginou ver e ela o ensina as artes do Kama Sutra. Com isso eles acabam se apegando e a coisa toma um rumo que eles não esperavam, até que um dia ela decide deixá-lo curtir a sua juventude e vai embora.



Depois de um tempo ele vai para a faculdade de direito e é levado por um professor para estudar um determinado caso. Ele fica espantado quando a vê no banco dos réus, acusada de matar centenas de judeus na época em que trabalhou como guarda do campo de concentração de Aushwitz.

E sabe o que é mais interessante? Ela pedia para que as suas vítimas lessem para ela. Enquanto uns achavam absurdo esse ato, ela contra-atacava dizendo que não queria matar ninguém, mas que era a sua função e que não tinha outra escolha. Então ela solta uma pergunta da qual eu ainda penso muito a respeito "O que você faria?", difícil essa, né?

Tão difícil quanto o lado dele que tem uma chance de salvá-la, de mudar o rumo do processo, mas se cala. Ele bem que tentou, lutou contra as suas lembranças mas no final decidiu não interferir, até porque parece que ela quer isso (por vergonha de confessar que não sabia ler e nem escrever) então ela acaba condenada a prisão perpétua.

O tempo passa, ele esta se divorciando e vai a um encontro com a filha. Vida normal? Acho que não. A própria filha comenta o quanto ele era distante e como ela não o conhece, não sabe quem é o próprio pai. Uma pessoa que vive culpada de coisas que aconteceram no passado, coisas que ele fez ou que deixou de fazer, com consequencias que duram a vida inteira.


Com o divórcio ele vizita a mãe e "acha" os livros que ele lia para o seu amor, dezenas de livros encaixotados por anos. Então ele decide. Pega um gravador, começa a gravá-los e manda para ela na prisão. Uma volta no tempo que dá coragem a uma velha de uns 80 anos, que aprende a escrever (sozinha) para poder falar com ele.

Depois de 20 anos presa e a idade pesando, o juiz decide que ela pode sair. Quando todos pensam que haverá um encontro e que ele será mega emocionante, o diretor nos pega e acabamos ficando tão receosos quanto os personagens e chorosos quando vemos que a única opção que ela escolheu foi a morte.
E no entanto a pergunta que nos fica na cabeça é "O que você faria?"

7 de abril de 2009

O Zip

Quem já assistiu "Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças"? Particularmente esse é um dos meus filmes favoritos e está no meu top 10.



Nessa história a Clementine (Kate Winslet) apaga Joel (Jim Carrey) das suas lembranças, pois assim ela poderia esquecê-lo e seguir a sua vida sem sofrimentos. Quando ele descobre, também decide fazer o tal procedimento, mas se arrepende e no decorrer da história muita coisa acontece ...



Agora alguns cientistas norte-americanos estão trabalhando no desenvolvimento de um medicamento que teria a capacidade de apagar informações do cérebro. Esse medicamento é chamado de Zip, ele bloqueia a atividade de uma molécula que o cérebro precisa para armazenar grande parte das informações.


Até agora eles só fizeram testes com animais que deram certo, as pesquisas estão em andamento, mas ainda não há previsão para o comércio.


Quando li sobre esse assunto me veio várias coisas na cabeça e comecei a imaginar pessoas brigando nas farmácias e o medicamento em falta. Os pesquisadores falaram que ele está sendo projetado para ajudar pessoas que tem lembranças traumáticas, vícios e até mesmo ajudar no aprendizado.


Mas não acho que seria tão inocente assim. Bem como no filme que tinha uma clínica bem podre, pessoas vão contrabandear essa droga e prometer menos sofrimento as pessoas. É ai que começa a surgir o caos.


Sinceramente não sei se seria uma usuária do Zip. Muitas vezes eu ajo por impulso e desejo do fundo do meu coração esquecer algumas coisas, mas depois de um tempo (com as coisas mais calmas) elas servem como fontes de aprendizado.


Mas e você? Seria um (a) usuário?




=***

fonte: Estadão e Folha de S. Paulo

6 de abril de 2009

A caneta

No 8 de Março fui a um evento que homenageou as mulheres que trabalham com seguros. Durante o evento teve uma palestra motivacional. Não sou muito fã pois acho que eles sempre falam a mesma coisa, e sempre aquilo que já sabemos e não adimitimos.

A palestrante foi a Nelma Penteado. De um modo diferente e descontraido ela conseguiu chamar a minha atenção durante a palestra inteira. Ela faz com que as pessoas que estavam no local se entretessem e assumissem os seus medos. Incrível!!

Uma das coisas que eu mais gostei foi o fato de ela ter comparado a nossa vida com uma caneta. É isso mesmo! E olha que fez muito sentido.

Imagine que você está no seu trabalho e tem algo muito importante para ser feito, você tem uma noção de como fazê-lo mas resolve pedir a ajuda de uma outra pessoa. Com medo de estar errada você decide fazer do modo da pessoa e TCHARÃM!!!

Nesse caso duas coisas podem acontecer:
1) O modo como você pensou era mais certo e você quase perde o emprego (ou perde mesmo)
2) O chefe descobre que a idéia foi de outra pessoa e a promove no seu lugar.

Nenhuma das duas condições é bem aceita. Mas a culpa foi sua! Afinal você sabia que o trabalho era importante e entregou a sua caneta para outra pessoa, permitindo assim que ela escrevesse o final desse capitulo.

Para ficar mais claro vamos a um exemplo usando um relacionamento.

Você é uma pessoa que morre de medo de perder o seu parceiro e por causa desse medo você não vive, pois a sua vida é cuidar da dele e saber o que ele faz a cada segundo. Você fica tão encanada que na hora do vamos ver não consegue fazer nada, parece uma boneca inflável e mesmo depois de 20 anos não faz nada de diferente. Não sabe fazer mais nada além do papai e mamãe e depois reclama quando ele realmente consegue uma amante.

Marido, rolo ou namorado não importa. Você tem que se impor. Até mesmo quando você está em um bar de olho num gato, você não vai até ele e fica rezando para que ele vá até você e puxe conversa. Só que no decorrer da noite a sua amiga começa a trocar olhares com ele e TCHARÃM!!

Nesse caso apenas uma opção é válida:
1) Você perde o bofe para a amiga.


Tudo isso parece muito surreal, mas garanto que casos assim acontecem e outros muito parecidos também. Sem perceber um conselho acaba tomando proporções tão grandes que influênciam o rumo das coisas. Infelizmente não consigo pensar em outra coisa para justificar tais atitudes a não ser o MEDO. Medo de que exatamente eu não sei, cada um teve ter a sua particularidade.

Mas você é você.
Quem toma conta da sua vida é você.
Quem escreve a sua história é você.
Se você não fizer algo, ninguém irá fazer para você. Mas farão por você.

"O que você está fazendo ai sentando, olhando a vida passar? Para quê?
Levante-se já daí, pegue a sua caneta e comece a escrever a SUA história. Antes que seja tarde demais. Aproveite tudo e se joga!!!"
Nelma Penteado

=**

Pedido de desculpas

Gente ...
Mil perdões pelo sumiço. Mas como a maioria já sabe, ter 2 empregos e mais a faculdade ocupa mais tempo do que esperamos. Sem contar as demais coisas que vivem acontencendo.

Tive também uma tentativa frustrada de transferir este blog para o Wordpress.
Mas mudei de idéia, vamos continuar com estamos ... quem sabe mais para frente.

Logo atualizarei, por hora somente um aviso. Há vários texto escritos que faltam ser digitados, inclusive o do show dos BSB que foi master maravilhoso.

b-joks

3 de março de 2009

A loira que todos adoram

Logo que começei a minha vida de "bebedeiras", há uns 6 ou 7 anos, eu odiava cerveja. Bebia de tudo, mas quando meus amigos chegavam com uma cerveja eu fazia cara feia, xingava e os ficava zuando.

Porém com o tempo percebi que eu gastava mais dinheiro do que eles e resolvi experimentar. Não sei como, mas depois disso ela não saiu mais da minha vida.

Descobri que além de ser "barata", ter em qualquer lugar, te refrescar no verão e combinar com um monte de pestiscos gostosos, ela ainda é sociavél.

Quando você não tem nada para fazer, quando quer conversar com alguém ou simplesmente juntar a galera, pode ter certeza de que ela também estará presente. Com ela as pessoas ficam mais alegres e conversam mais e alguns até perdem a vergonha.

Lógico que sempre bebendo com moderação para não sair fazendo merda por ai. Independente se estiver com um carro ou não (se é que vocês me entendem).

Passeando pela blogosfera descobri algo interessante sobre essa bebida que ipnotiza. A fonte não é muito confiável, mas achei interessante:


7 Motivos para beber cerveja!

1. Cerveja contra infarto
Pesquisas demonstram que consumidores de cerveja tem de 40 a 60 % menos risco de um infarto de coração, em relação aos que não bebem nada. Meio litro ao dia é aconselhável!

2. Cerveja diminui o risco de ataque do coração
Os componentes saudáveis da cerveja podem evitar a aglomeração de células vermelhas e desta forma reduzir o risco de um ataque do coração.

3. Cerveja é bom para a pressão sanguínea
Médicos da Holanda e pesquisadores da universidade de Harvard conseguiram provar, que um consumo moderado de cerveja diminui a pressão sanguínea.

4. Cerveja pode evitar diabetes
Também a “doença de açúcar” (Diabetes Mellitus) é diagnosticada em menor índice entre os consumidores de cerveja. O corpo pode absorver melhor o hormônio da insulina.

5. Cerveja melhora a memoria
Pesquisadores da sociedade americana de pesquisa do coração comprovam que, consumidores de cerveja sofrem menos de demência de Alzheimer

6. Cerveja torna os ossos mais estáveis
Cerveja tem resultados positivos com relação a estrutura óssea, e pode proteger contra osteoporose. Resultados são comprovados apenas em homens e mulheres jovens!

7. Cerveja faz com que vivemos mais tempo
Pessoas que bebem diariamente um a dois copos de cerveja vivem mais . Este é um resultado de mais de 50 pesquisas !


E ai, quem quer tomar uma breja comigo? =P

=**

26 de fevereiro de 2009

Você em várias versões 2

Em plena quarta-feira de cinzas eu tive que vir ao trabalho. Pois é, como vocês devem imaginar não tinha nada para eu fazer.
Então descobri mais sites super fofos para fazer avatares. São super fáceis de fazer, alguns são muito engraçados.

Arrasem ^^






Busca Messenger: carinhas engraçadas
http://www.buscarmessenger.com/avatars.swf

Portrait Mail: você manda a foto e eles customiza
http://www.portraitmail.com/



Anime Face Maker: Anime
http://gen8hedgehog.deviantart.com/art/Anime-Face-Maker-v1-0-75897890

Otaku: Bonequinhos japoneses, daqueles que tem a cabeça maior que o corpo
http://www.moeruavatar.com/index_en.shtml

Hero Machine: Se você tem boa imaginação dá ára criar um super legal, apesar de o meu ter ficado meio estranho.
http://www.ugo.com/channels/comics/heromachine2/heroMachine2.asp

Lego com cara de velho: O melhor é que parece que você fez a sua avô
http://www.reasonablyclever.com/mm2/index.htm

Lego com cara de novo: Esse já tem um ar mais jovial
http://www.reasonablyclever.com/mini/index.htm

Ah, tem tambám o http://pupe.ameba.jp/

Você tem que criar uma conta, dá para fazer amigos, passear, fazer compras e tudo mais ... é muito legal.

=**

18 de fevereiro de 2009

Apenas aproveitando ....

Logo que terminamos um relacionamento pensamos "Nunca mais vou me apaixonar" ou "Nunca mais vou me envolver com alguém" e coisas do gênero. Umas se transformam em piriguetes e outras praticamente fazem o celinato. O fato é que cada pessoa reage de uma maneira.

Porém depois de anos passando por isso aprendi que não podemos nos prender a essas afirmações feitas em momentos de desespero. Tudo que acontece em nossa vida é válido, tudo conspira para o nosso crescimento.

Pensando dessa maneira nós podemos perder pessoas e oportunidades maravilhosas que passam em nossa vida. Só que estamos tão presas a lembranças que não prestamos atenção.

Minha avó sempre dizia "A felicidade não bate na porta duas vezes, aproveite".

Lógico que sempre com cautela. Não adianta você se apegar a primeira pessoa que aparece, não adianta dar em cima do melhor amigo achando que ele poderá dar um bom namorado também.

Relaxe. E deixe que as coisas aconteçam naturalmente.

Garanto que é muito mais gostoso quando as coisas vão acontecendo devagar, no seu tempo, mas com você sentindo cada detalhe e deixando as coisas rolarem .... sem pressão.

Se der certo, bora para a festinha comemorar, se não der pelo menos você pode pensar no quanto aproveitou e guarde as coisas boas, as ruins .... bom ... fingimos que não aconteceram.


=**

13 de fevereiro de 2009

A Decisão

Sempre quis fazer jornalismo. Desde pequena esse era um sonho que estava bem frequente (sem trema) em minhas bincadeiras.

O tempo passou e o sonho chegando mais perto. Fiz cursinho, prestei Cásper Líbero e não passei por 5 pontos e se lá existisse uma 5ª chamada eu teria passado, mas não foi dessa vez.

No final do ano passado eu já estava de saco cheio da minha faculdade (salvo algumas pessoas que já estou com saudades) e através de uma grande amiga descobri que a prova de transferência da Cásper ia ser em Janeiro. Depois de muita conversa ela me convenceu a prestar. Eu estava morrendo de medo, eles tinham apenas 5 vagas para o período matutino.

De qualquer forma eu teria que mudar para o período da manhã por dois motivos: 1) a nova lei dos estagiários; 2) O meu novo trabalho, em uma balada dos anos 50.

Quando o resultado saiu, chorei, meu nome não estava lá. Mas dois dias depois a secretária do curso me ligou: "Olá Thais, estou ligando para informar que a sua nota foi 8,40 e que você está na lista de espera. Caso duas pessoas desistam ou mudem de periodo você entra".

Foi a melhor notícia que recebi, fiquei super empolgada.
Mas no dia seguinte, mais calma, entrei em contato com ela novamente e o desânimo voltou. Eles não tinham previsão de quando era isso, podia ser até Abril.

Infelizmente eu não podia esperar, e no mesmo dia fui na Cásper com os olhos lagrimejando, peguei os meus documentos de volta e fui para a Anhembi Morumbi fazer a minha inscrisão.

Eles estão preparando a minha grade curricular e as minhas aulas começam em Março.

Fiquei muito triste, duas vezes morrendo na praia. Mas quem sabe eu não faço uma pós-Graduação na Cásper??

De qualquer forma acredito que nada acontece por acaso...

=**

11 de fevereiro de 2009

O lado bom das coisas

Todos os dias,eu acordo vendo o telejornal e logo de manhã vem aquela enxurrada de tragédias que a crise esta causando, pessoas desempregadas, empresas fechando, pessoas sendo presas e o novo presidente dos EUA batalhando por um acordo que pode salvar a economia.

É triste ver onde o capitalismo está levando as pessoas. Cada vez mais fundo e os levando a se afogarem em seu egoísmo. As vezes até acho bom morar em um país que está em "desenvolvimento", sofremos com a crise, mas não tanto quanto eles.

Mas, devo confessar que em cada momento difícil, há sempre o lado bom.

Tenho muitos amigos que moram fora do país, principalmente no Japão, quando falo com eles é sempre a mesma conversa "Aqui tá bom, melhor do que ai", "Não sei quando vou voltar por que aqui estou estabilizado", "Eu queria voltar, mas tô ganhando muito aqui", e por ai vai.

Mas hoje eu já recebi duas notícias maravilhosas!!! Duas amigonas que estão no Japão, até Maio, estarão de volta. É triste ver o motivo pela qual elas voltam, mas a sorte é que elas não torraram tudo o que ganharam e poderam viver bem por aqui.

Elas também estão muito felizes. De certo modo queriam voltar mas não tinham coragem. Podemos dizer que a crise deu um empurãozinho ...

Agora vai eu organizar caravana para busca-las e festinha de boas vindas.
Não quero ser egoista, mas bem que os outros q estão por lá podiam voltar também.

=**

4 de fevereiro de 2009

O mal de todos os séculos

Noite mal dormida, coração acelerado, inquietação e uma cabeça cheia de coisas para serem pensadas e analisadas com calma. Mas o tempo é o meu pior inimigo, quando eu mais preciso dele, ele me abandona.

Me sinto em cima de um muro. Me conheço bem, confio em mim e sei que posso passar por mais essa fase. Mas ao mesmo tempo o medo parece estar sentado ao meu lado, junto com a angústia.

Esses dias não estão sendo muito fáceis. Há muito o que se pensar sobre trabalho, estudos, amizades, família e até mesmo sobre o amor (e esse dará um outro post).

Então me lembrei da edição de novembro da Superinteressante que fala sobre a ansiedade. Me identifiquei. Não sei se feliz ou infelizmente, pois segundo a matéria. "A ansiedade é um sinal de alerta, que adverte sobre perigos iminentes e capacita o indivíduo a tomar medidas para enfrentar ameaças. O medo é a resposta a uma ameaça conhecida, definida; ansiedade é uma resposta a uma ameaça desconhecida, vaga"

Isso faz muito sentido. Só que nessas circunstâncias costumamos agir sem pensar, fazemos o que, em primeira instância, parece mais fácil ou acabamos desistindo antes de tentar. É difícil controlar os sentimentos, ainda mais um que não conhecemos muito bem.

Não sei vocês, mas eu acredito em Deus. Apesar de tudo o que anda acontecendo eu rezo para que as minhas decisões sejam as certas e se por um acaso não forem, que o estrago não seja tão grande.

Afinal, tudo em nossa vida é um aprendizado.
E vou lhes confessar uma coisa, essa tal de ansiedade é muito estranha e faz com que eu me sinta estranha também. Não sei quanto tempo isso pode durar, mas enquanto isso ela passeia comigo ... cima do muro.


=**

3 de fevereiro de 2009

Selo e meme

Eu nunca tinha recebido nenhum e agora já tenho dois. Então vamos a eles.


Quem me passou o primeiro prêmio foi a Thais


O significado do prêmio: “Com o Prêmio Dardos se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. Que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras.

Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web”.

As regras para receber o prêmio são:

1) Exibir a imagem do selo;

2) Linkar o blog pelo qual você recebeu a indicação;

3) Escolher 15 outros blogs a quem entregar o Prêmio Dardos;

4) E avisar a todos, claro!



Blogs indicados:

1) Toujours Angelique

2) The Bitter Pill

3) Magnando

4)Haja paciencia 4

5) Foto Idéia

6) Plumari

7) Fortunate Fool

8) Conversa de mesa de bar

9) Cigarettes in hell

10) Cartas do Baú

11) Cinta - Liga

12) Aventuras de um virginiano

13) A culpa é do mordomo



O segundo eu ganhei da Andreia do Conversa de mesa de bar

Vamos a ele:





1- Exiba a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro" que você acabou de ganhar.

2 - Poste o link do blog que te indicou.

3 - Indique 10 blogs de sua preferência.

4 - Avise seus indicados.

5 - Publique as regras.

6 - Confira se os blogs indicados repassaram o selo e as regras.

7 - Envie sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaquemaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação. Caso os blogs tenham repassado o selo e as regras corretamente, dentro de alguns dias você receberá 1 caricatura em P&B. Vamos lá:


Blogs indicados:

1) Thais


2) The Bitter Pill

3) Haja paciencia 4

4) Foto Idéia

5) Plumari

6) Cigarettes in hell

7) Cartas do Baú

8) Cinta - Liga

9) Aventuras de um virginiano

10) A culpa é do mordomo


Divirtam-se !!!

=**



29 de janeiro de 2009

My dogs, My life

Como é bom estar de férias, chegar cedo em casa, descansar e brincar com os meus dogs. Adoro a festa que eles fazem quando eu chego, sinto que eles relamente gostam de mim e mesmo cansada brinco com eles.

Sempre tive cachorros em casa e com a minha linda imaginação, eles tinham nomes um pouco estranhos. Mesmo assim eles pareciam não se importar com tal, continuavam com a vida que todos pedimos a Deus.

Infelizmente nós crescemos e com o tempo não damos mais tanta atenção a esses bichinhos tão queridos. Quando estou em aula ou demoro para chegar em casa, lá estão eles me esperando. Uma nem dorme me esperando, ou outros podem dormir mas qualquer barulho que escutarem na rua já ficam atentos.

Essa semana estou tão cansada e ansiosa para algumas coisas que chegava em casa, sentava na frente da TV, jantava, fala um oi aqui, outro ali para os meus 3 cachorrinhos e ia dormir. Até que minha avó pede para falar comigo:

- Você não anda esquecendo de nada? A Jully não come já faz 3 dias, e quando você chega ela vai deita e fica chorando. Acho melhor você dar atenção a sua cachorra antes que ela fique doente!

Me deu um aperto no coração. Lembrei de um video que vi no Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=5P7YoiNUqD4

Sou muito chorora, daí quando a vi lá deitada toda mole ... ai credo.
Fiz uma comidinha para ela, com uns biscoitinhos e fiquei o resto da noite falando com ela e pedindo desculpa. Podem falar o que quizerem, mas eu falo com eles sim!!!

Agora vou me policiar para não deixar isso acontecer de novo.
E vocês que tem bichinhos façam o mesmo. Pois tenho mais dó de animais do que de humanos. Tanto que quando vi o novo (não tão novo) comercial de doação de orgãos - que segue abaixo - chorei tanto. Agora não sei mais se vou doar os meus.

http://www.youtube.com/watch?v=IdYZd0LOgE0

=**

27 de janeiro de 2009

I love Sampa!!!

A maior parte da minha família é de Porto Ferreira, bem interiorzão de SãoPaulo, eu quase nasci lá e agradeço a minha mãe pelo 'quase'.

A cidade até que é legal, mas muito tranquila. Quando passei uma semana lá quase fiquei louca, contava os segundos para voltar para essa capital maluca, barulhenta, suja, por vezes pobre, por vezes rica e dessa correria toda.

Amo São Paulo! Adoro o que esta cidade me proporciona, adoro os passeios com os amigos, com os namorados. Aqui tem tudo o que você precisa na hora de comer, beber, rir, chorar, inúmeras coisas que não conseguiria colocar em um post.

Tanto que coloquei ao lado alguns sites que falam da cidade e as suas programações.
Sampa é tudo de master bom e eu aproveito ao máximo.

=*

23 de janeiro de 2009

Será que eu tô ficando velha?

Quem me conhece já sabe que os meus finais de semana são sempre recheados. Barzinhos, baladas, teatro, cinema, boliche, Ibira, entre muitas outras coisas que nos tiram o stress.

Sempre adorei isso, sair com os amigos da escola, da faculdade, da rua, do curso de foto, do teatro, do ZN Atack, das bandas, do dervile, do matão, dos trampos e por ai vai.

Até acho engraçado quando alguém me chama para sair sempre pergunta "Como está a agenda?", ou quando alguém quer marcar algo me liga e pede para eu chamar o resto da turma, já que sou a que mais fala com todo mundo.

Mas, de um tempo para cá eu até recuso alguns convites para ficar em casa. Hoje por exemplo, tenho 3 aniversários para ir. Eu até quero ir por que são pessoas muito queridas, mas não estou com pique para virar a noite.

Ainda gosto e frequento alguns lugares, mas não com tanta frequencia. Eu costumo ir a lugares que eu não sou muito fã somente por causa da companhia, mas agora eu estou começando a filtrar mais.

Estranho não acham?
Será que estou ficando velha??

19 de janeiro de 2009

Brega ou fofo?

Nesse final de semana estava no The Clock, trabalhando e conversando com uma garçonete que também faz jornalismo.

Quando um homem loiro, olhos verdes, forte, devia ter uns 32 anos, vestido que nem um rocker veio em nossa direção. Ele olhou para a menina que estava conversando comigo e disse:

_Você é muito bonita! Será que você aceitaria tomar um milk shake comigo, algum dia desses?
_ Não posso, tenho namorado.

O homem saiu andando com uma cara de frustrado. Depois ela me fala que não tem namorado e que até o tinha achado bonito e atraente para a idade dele, mas que não aceitou o convite por causa do milk shake.

_ Se fosse para ir ao cinema ou tomar uma breja, eu iria. Mas milk shake é muito brega!

Fiquei boba!!
E algumas outras garçonetes também.

Como estavamos em uma balada anos 50/60 e o cara era um rocker, ele achou que o pedido seria normal, pois um rocker acha que realmente vive nesta época, é super educado e romântico.

Pensando nisso eu até que achei fofo o convite do cara.
Outras pessoas, assim como ela, acharam brega.

Mas uma coisa que eu não entendo. As mulheres reclamam que falta romantismo e quando o encontram acham brega.

E vocês? O que acham?
Aceitaria (fariam) um convite desses??

b-jokas

15 de janeiro de 2009

Diversão, solução sim

Nessa semana juntei alguns amigos e fomos ao cinema. O filme? Titãs - A Vida até Parece uma Festa. Um documentário sobre a história da banda, com vídeos caseiros, programas de TV, ensaios, shows, loucuras, bagunças, festas e brigas. Mas o que mais chamou a atenção foi a amizade deles.

Mesmo depois da tragédia que aconteceu com Marcelo Fromer e das saídas de Nando Reis e Arnaldo Antunes eles não perderam a garra, hoje com cinco integrantes a banda continua e a amizade dos sete também.

Com uma edição bem underground ninguém ficou parado. O cinema inteiro cantava e pulava sentados nas cadeiras, tinha até umas mãozinhas que iam de um lado para o outro e o coral.

Demos muitas risadas com as dancinhas que eles faziam nos programas de TV e com as aparências deles, todos com cara de moleques e cabeludos. Também nos espantamos com as aparências de certas pessoas como o Gugu, Faustão, Silvio Santos, Hebe e Elke Maravilha. Eles devem dormir no formol, sei lá, desde os anos 80 até hoje eles estão com a mesma cara, o mesmo cabelo e o mesmo peso. Como??

Sinceramente, eu não sou muito fã de bandas brasileiras, somente uma banda ou outra dos anos 80 e algumas que nem existem mais. Mas podem ter certeza de que o Titãs está incluído nessa lista.
O nome do filme ficou perfeito!!

Apesar do visual anos 80 ser muito bizarro, eu queria ter vivido nessa época, ir ao Rock in Rio, ver shows de bandas que hoje não existem mais e sentir o rock brasileiro. Infelizmente são raríssimas as bandas que se salvam nos dias de hoje, a maioria é pop ou “emo”. Sinto falta de ideologias, letras fortes e guitarras pesadas.

Fenomenal!! E depois de mais ou menos 90 minutos, saímos da sala de cinema com a seguinte idéia “Vamos montar uma banda de rock?”.

12 de janeiro de 2009

O meu clichê!!

Mais um ano acabou e agora é hora de pensar nas coisas que fizemos, nas que deixamos para trás e fazemos novos planos para o ano que se inicia. Estou um pouco atrasada, mas mesmo 12 dias depois de 2009 ter começado vou fazer o meu balanço.
Primeiramente agradecer o Google, a Thais
e ao Gabi pelo novo Layout.

Em 2008 eu aprendi a acreditar em mim mesma,
aprendi a expor as minhas idéias e opniões,
aprendi a não ter que depender dos outros (muito, =P),
aprendi que amigos de verdade não precisam estar com você o tempo todo,
aprendi que nada dura para sempre, somente o tempo necessário para se tornar inesquecível,
aprendi que amores sempre vão e vem.

Fiz muita merda boa e muita merda que nem gosto de lembrar. Mas a vida é feita de altos e baixos.

Em 2009 quero repetir tudo isso. Continuar sendo eu mesma, porém nunca a mesma.
Quero continuar firme em algumas decisões, correr atrás somente do que vale a pena, fazer novos amigos e manter os velhos e poder ajudar aqueles que procuram conforto em meus ombros.

Adorooooo anos ímpares, acredito neles de verdade!!
Já estou começando com uma novidade e em alguns dias outra poderá se confirmar.

Bem Vindo 2009!!!!!