Páginas

6 de abril de 2009

A caneta

No 8 de Março fui a um evento que homenageou as mulheres que trabalham com seguros. Durante o evento teve uma palestra motivacional. Não sou muito fã pois acho que eles sempre falam a mesma coisa, e sempre aquilo que já sabemos e não adimitimos.

A palestrante foi a Nelma Penteado. De um modo diferente e descontraido ela conseguiu chamar a minha atenção durante a palestra inteira. Ela faz com que as pessoas que estavam no local se entretessem e assumissem os seus medos. Incrível!!

Uma das coisas que eu mais gostei foi o fato de ela ter comparado a nossa vida com uma caneta. É isso mesmo! E olha que fez muito sentido.

Imagine que você está no seu trabalho e tem algo muito importante para ser feito, você tem uma noção de como fazê-lo mas resolve pedir a ajuda de uma outra pessoa. Com medo de estar errada você decide fazer do modo da pessoa e TCHARÃM!!!

Nesse caso duas coisas podem acontecer:
1) O modo como você pensou era mais certo e você quase perde o emprego (ou perde mesmo)
2) O chefe descobre que a idéia foi de outra pessoa e a promove no seu lugar.

Nenhuma das duas condições é bem aceita. Mas a culpa foi sua! Afinal você sabia que o trabalho era importante e entregou a sua caneta para outra pessoa, permitindo assim que ela escrevesse o final desse capitulo.

Para ficar mais claro vamos a um exemplo usando um relacionamento.

Você é uma pessoa que morre de medo de perder o seu parceiro e por causa desse medo você não vive, pois a sua vida é cuidar da dele e saber o que ele faz a cada segundo. Você fica tão encanada que na hora do vamos ver não consegue fazer nada, parece uma boneca inflável e mesmo depois de 20 anos não faz nada de diferente. Não sabe fazer mais nada além do papai e mamãe e depois reclama quando ele realmente consegue uma amante.

Marido, rolo ou namorado não importa. Você tem que se impor. Até mesmo quando você está em um bar de olho num gato, você não vai até ele e fica rezando para que ele vá até você e puxe conversa. Só que no decorrer da noite a sua amiga começa a trocar olhares com ele e TCHARÃM!!

Nesse caso apenas uma opção é válida:
1) Você perde o bofe para a amiga.


Tudo isso parece muito surreal, mas garanto que casos assim acontecem e outros muito parecidos também. Sem perceber um conselho acaba tomando proporções tão grandes que influênciam o rumo das coisas. Infelizmente não consigo pensar em outra coisa para justificar tais atitudes a não ser o MEDO. Medo de que exatamente eu não sei, cada um teve ter a sua particularidade.

Mas você é você.
Quem toma conta da sua vida é você.
Quem escreve a sua história é você.
Se você não fizer algo, ninguém irá fazer para você. Mas farão por você.

"O que você está fazendo ai sentando, olhando a vida passar? Para quê?
Levante-se já daí, pegue a sua caneta e comece a escrever a SUA história. Antes que seja tarde demais. Aproveite tudo e se joga!!!"
Nelma Penteado

=**

2 comentários:

Thais Aux disse...

É aquela história, né? Se vc não tentar, terá 100% de chance de não conseguir!!!!!

Bjo amigaaaaaaaaaaa!

Ana Priscila disse...

aii q hilariaa..
amei o texto amigaa.. !!
bjoo t amoo !s2