Páginas

7 de abril de 2009

O Zip

Quem já assistiu "Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças"? Particularmente esse é um dos meus filmes favoritos e está no meu top 10.



Nessa história a Clementine (Kate Winslet) apaga Joel (Jim Carrey) das suas lembranças, pois assim ela poderia esquecê-lo e seguir a sua vida sem sofrimentos. Quando ele descobre, também decide fazer o tal procedimento, mas se arrepende e no decorrer da história muita coisa acontece ...



Agora alguns cientistas norte-americanos estão trabalhando no desenvolvimento de um medicamento que teria a capacidade de apagar informações do cérebro. Esse medicamento é chamado de Zip, ele bloqueia a atividade de uma molécula que o cérebro precisa para armazenar grande parte das informações.


Até agora eles só fizeram testes com animais que deram certo, as pesquisas estão em andamento, mas ainda não há previsão para o comércio.


Quando li sobre esse assunto me veio várias coisas na cabeça e comecei a imaginar pessoas brigando nas farmácias e o medicamento em falta. Os pesquisadores falaram que ele está sendo projetado para ajudar pessoas que tem lembranças traumáticas, vícios e até mesmo ajudar no aprendizado.


Mas não acho que seria tão inocente assim. Bem como no filme que tinha uma clínica bem podre, pessoas vão contrabandear essa droga e prometer menos sofrimento as pessoas. É ai que começa a surgir o caos.


Sinceramente não sei se seria uma usuária do Zip. Muitas vezes eu ajo por impulso e desejo do fundo do meu coração esquecer algumas coisas, mas depois de um tempo (com as coisas mais calmas) elas servem como fontes de aprendizado.


Mas e você? Seria um (a) usuário?




=***

fonte: Estadão e Folha de S. Paulo

5 comentários:

MELISSA S disse...

Olá, Thata!! Putz, difícil a resposta dessa pergunta... Eu adoraria esquecer que comecei a fumar, mas é só isso. De resto, concordo qdo vc diz que as experiências, boas ou ruins, nos ensinam. Viver só na felicidade, sem lembranças ruins seria estranho... Mas tenho certeza, o remédio seria um sucesso total... Bjs

Luana disse...

Quem não gostaria de esquecer algum fato ruim, doloroso e as decepções amorosas? Mas como vc mesma disse devemos aprender disso e não simplesmente esquecer. Acho que se fosse de fácil acesso com certeza uma hora eu ia cair em tentação, mas... melhor assim do jeito que estamos não é?
O eu contaria aos meus filhos e netos se não houvesse momentos difíceis e a superação dos mesmos?

Andréia Félix disse...

Olha, eu não mudaria exatamente nada em minha vida. Não gostaria de esquecer de nada que vivi. Afinal, a vida é isso, não é? Um grande aprendizado! E errar é tão humano.

Bjão!

Thais Aux disse...

Aaaaaaaaaaah, eu apagaria tantas coisas!!!


Ainda não sei oq vou fazer no niver, pensei em fazer algo no The Clock! Ou balada no sábado, sei lá!

Bjsssssssss

O Fabrício ohohohoh disse...

Huahuahauhauahauhau

EU AMO ESSE FILME

AMo a Kate

e estou com saudades de vc!

Bjoooo