Páginas

15 de janeiro de 2009

Diversão, solução sim

Nessa semana juntei alguns amigos e fomos ao cinema. O filme? Titãs - A Vida até Parece uma Festa. Um documentário sobre a história da banda, com vídeos caseiros, programas de TV, ensaios, shows, loucuras, bagunças, festas e brigas. Mas o que mais chamou a atenção foi a amizade deles.

Mesmo depois da tragédia que aconteceu com Marcelo Fromer e das saídas de Nando Reis e Arnaldo Antunes eles não perderam a garra, hoje com cinco integrantes a banda continua e a amizade dos sete também.

Com uma edição bem underground ninguém ficou parado. O cinema inteiro cantava e pulava sentados nas cadeiras, tinha até umas mãozinhas que iam de um lado para o outro e o coral.

Demos muitas risadas com as dancinhas que eles faziam nos programas de TV e com as aparências deles, todos com cara de moleques e cabeludos. Também nos espantamos com as aparências de certas pessoas como o Gugu, Faustão, Silvio Santos, Hebe e Elke Maravilha. Eles devem dormir no formol, sei lá, desde os anos 80 até hoje eles estão com a mesma cara, o mesmo cabelo e o mesmo peso. Como??

Sinceramente, eu não sou muito fã de bandas brasileiras, somente uma banda ou outra dos anos 80 e algumas que nem existem mais. Mas podem ter certeza de que o Titãs está incluído nessa lista.
O nome do filme ficou perfeito!!

Apesar do visual anos 80 ser muito bizarro, eu queria ter vivido nessa época, ir ao Rock in Rio, ver shows de bandas que hoje não existem mais e sentir o rock brasileiro. Infelizmente são raríssimas as bandas que se salvam nos dias de hoje, a maioria é pop ou “emo”. Sinto falta de ideologias, letras fortes e guitarras pesadas.

Fenomenal!! E depois de mais ou menos 90 minutos, saímos da sala de cinema com a seguinte idéia “Vamos montar uma banda de rock?”.

10 comentários:

Thais Aux disse...

Sobre o layout: de nada!

Sobre o filme: uau, que legal, e NEM ME CHAMOU! hahahahahaahahha

Bjssssssssss!

Anônimo disse...

Cacete, sou apaixonada por eles T_T
Pois é! Me achou!
:*

thiago meia disse...

hehe, gente pra montarmos a banda não falta, thata. A gente chama o Di pra guitarra solo, você faz a base, a Anne pro vocal, a Rê pro backing e pra montar as coreografias, arranjamos alguém pra tocar batera e eu toco meia lua. Banda formada!!!! quequetuachas?
vamaÊ?

Déia Félix disse...

Ideologia? Eu quero uma pra viver...

Eu gosto do Titãs. Vou tentar ver o filme, mas é que tb tem outros que eu quero ver.. Bora assistir "O curioso caso de Benjamin Button"?

Bjão!

Déia Félix disse...

Domingo não dá...tô marcando com o pessoal da minha sala de ir na quarta. O que me diz?

MELISSA S disse...

Oi, Thata!! :)) Em primeiro lugar, valeu pela visita no blog e pelo link!! Eu tb gosto bastante das bandas dos anos 80... Engenheiros do Hawai, Titãs, Nnenhum de Nós, Legião Urbana, Capital Inicial... Outro dia eu estava reparando que as letras de hoje em dia só falam de amor e relacionamentos. Realmente não temos uma pegada pesada ou boas letras que enfoquem o cotidiano. Tirando uma ou outra banda. Boa sorte na aventura de vcs!!! Beijos

Cláudio Persan disse...

Legal Thata, tbm gosto demais da banda e vou assistir o filme. Vi apenas o trailer do filme e curti muito. Enquanto a diferença de letras da década de 80 para cá se deve e muito ao momento histórico. A ditadura forçava você a escrever de uma forma sub-entedida.Mesmo depois da queda da ditadura havia uma demanda reprimida e as bandas queriam protestar, falar o que durante muito tempo não podiam.

O Fabrício ohohohoh disse...

Me passa seu HTML

Adorei o início do seu blog

^^

Raphael Rodrigues da Silveira disse...

fodido, quero ver também!

e eu curto o visual dos anos 80... aliás, acho que eu sou o maior orfão dos anos 80 que existe!

Sérgio Luiz disse...

Isso mesmo moçada, montem bandas de rock !!!! Abraço do Boneka.